nma-16429.blogspot.pt é o meu novo blog. Seleccionem o link correspondente na coluna da direita e visitem-me!

segunda-feira, 3 de julho de 2017

E o tempo passa ...!

Já faz, hoje, um mês que estivemos no Camelo de A dos Cunhados!
E dentro de alguns dias fará 55 anos que fizemos o «Juramento de Bandeira», em Vale de Zebro!
Por falar nisso, no próximo sábado, dia 8 de Julho, comemora-se mais um «Dia do Fuzileiro» na nossa casa-mãe. Nas incorporações recentes há cada vez menos filhos da escola e das antigas cada vez há mais que recebem a guia de marcha para a "viagem sem retorno", ou seja, cada vez há menos candidatos a comemorar este dia.


Por vezes dou comigo a pensar se, depois de fecharem os olhos todos aqueles que participaram na Guerra do Ultramar, ainda continuará a comemorar-se o dia do fuzileiro. Acho que não me engano se disser que a camaradagem que se criou em tempo de guerra é qualquer coisa de muito diferente do sentimento que une os fuzileiros de agora e isso é ainda o combustível que, ano após ano, faz os camaradas regressar à sua Escola para se reencontrarem.
Um bom dia de festa para quem lá puder ir que eu já não posso.

3 comentários:

  1. Eu que não fui Fuzileiro,
    do Exército venho aqui comentar
    porque tu és um nortenho porreiro
    eu do sul tenho que te elogiar!

    ResponderEliminar
  2. Os fuzileiros andam todos perdidos pelo Facebook. Fui lá espreitar e vi umas dúzias deles, uns que conheço bem e outros com quem nunca me cruzei na vida, uns perfeitos desconhecidos.

    ResponderEliminar
  3. Principalmente os voluntários... ficam carimbados para o resto da vida.

    ResponderEliminar