nma-16429.blogspot.pt é o meu novo blog. Seleccionem o link correspondente na coluna da direita e visitem-me!

quinta-feira, 31 de março de 2011

quarta-feira, 30 de março de 2011

Ainda o cabeça de Burro!

O meu cunhado mais novo celebra o seu aniversário no mesmo dia que eu. Simples coincidências da vida e nada mais. Desde que me casei que me acostumei a convidá-lo para festejarmos juntos o nosso aniversário. No dia do meu 50º era um dia especial e requeria, por isso, uma comemoração especial. Ele já ia nos 38, era casado, tinha 2 filhos, já fazíamos um grupinho considerável.

Abrira há pouco um novo restaurante, de nome «O Assador Mirandês», que andava nas bocas do povo, dizia-se que se comia lá do bom e do melhor. Não pensamos duas vezes, foi para lá que nos encaminhámos. Para surpresa minha quem nos veio receber à porta foi um amigo meu que tem passeado por toda a Europa com uma viola ás costas e tem a mania que canta. Naquela altura andava com as finanças por baixo, meteu a viola no saco e resolveu dedicar-se ao trabalho.

Abancámos à mesa prontos para dar ao dente. A lareira estava acesa fazendo circular pela sala um ar quentinho que sabia bem. E a grelha de onde começaram a chegar uns petiscos, as especialidades do «Assador», espalhava pela casa mais calor ainda e um cheirinho que fazia crescer água na boca. Concentrámos-nos nos petiscos e pedimos a lista dos vinhos. O meu amigo "violeiro", sempre com a mania das grandezas, disse-me para deixar a escolha por sua conta e foi buscar uma garrafa de tinto «Cabeça de Burro» que nós emborcámos em menos tempo do que leva a dizê-lo. Ás alheiras transmontanas e linguiças a escorrer gordura seguiu-se uma "Posta à Mirandesa" que justificou e bem uma segunda garrafa do mesmo (e muito bom) Cabeça de Burro, cujo nome eu jamais esqueceria. E vou contar-vos porquê.
Depois de tudo aquilo que já mencionei, da sobremesa, do café e do bagaço, com a pança mais inchada que a de um Cabo Manobra que um dia me acompanhou nuns copos na Ilha de Moçambique, levantei-me e fui até ao pé da grelha, onde se encontrava o meu amigo, e pedi-lhe que me tratasse da conta, pois a miudagem estava cansada, tinha aulas no dia seguinte e queria ir para casa. Não se fez rogado e em menos de um fósforo tinha a minha conta na mão e olhava para o total a pagar sem querer acreditar naquilo que via.

Era habitual gastarmos cerca de 30 contos naqueles aniversários, eu pagava um pouco mais que ele, já sabíamos como a coisa era e ninguém reclamava. Era só uma vez por ano. Mas naquele dia o total da facturinha do Assador fazia-me arregalar os olhos pelo inesperado do número - 44.000$00 (quarenta e quatro contos). Minha Nossa Senhora, o que tínhamos nós comido?
Comecei a analisar a conta, parcela a parcela, e a admirar-me dos preços exorbitantes de cada iguaria que tínhamos saboreado, mas quando cheguei ao Cabeça de Burro e li 6.000$00 (seis contos), caíram-me os c.... ao chão! Paguei, não bufei (que é como quem diz!) e nunca mais esqueci aquele nome - Cabeça de Burro!

segunda-feira, 28 de março de 2011

Vinhos: Cabeça de Burro, branco e tinto...





Quando me sentei à mesa
Não fazia a menor ideia
Que ao servir-me com gentileza
Me trouxeram um bela ceia

Comi até não poder mais
Ficou a abarrotar a minha pança
Na linda terra de Vinhais
Muito perto de Bragança

Vinho: tinto ou branco?
De preferência, maduro;
Mas para meu espanto
Desconhecia o Cabeça de Burro!

Existe cada baptismo, invulgar
Que não escapam ao ateu
Depois de comer e pagar
O cabeça de burro, sou eu

Lá que o vinho era bom
E, se dúvidas houvesse
À beira do garrafão
Cada vez, mais apetece

O pior, é segurar o burro
Que só anda aos pinotes!
Mas, se o vinho era maduro
Como causa tais desnortes?

Por fim, pude confirmar
Deve-se beber com calma;
É que o vinho, se calhar
Dá-nos cabo da alma

Saí de canto em esquina
Cada passo, cada tropeço
Soube que , depois da vindima
O "burro" precisa de cabresto

Levado de empurrão, ao colo
Bêbado, meteram-me na cama
Porque esta de beber mais um golo
Não nos livra da fama

Burros de rédea solta
Que formam uma manada
Sentem-se à nossa volta
Cabeças de burro de cara inchada

Para outra vez, evito beber demais
Porque me faz andar a trote
Correndo leiras e quintais
Chegando a casa a galope...

TIC

Geração do à rasca e também do panasca...

Na manifestação do à rasca
Ali junta da Rotunda
Depois daquela borrasca
Ninguém quis a minha bunda

Apesar de ser honesto
Naquela grande confusão
Dar o corpo ao manifesto
Era a minha grande paixão

Mas, como tudo na vida
Nada protege os panascas
Tornou-se numa falsa partida
Esta meta dos arrascas

Procurei por todos os cantos
Esbracejei como um safado
Torci o corpo em relâmpagos
Mas não deu resultado

Não havia militares
A farda desapareceu
Para o azar dos azares
Outros, pescavam como eu...

Esta Lisboa de outrora
De fartura, deu em crise
Procura, parece que agora
Já não há quem precise?

Dos arrascas, caramba
Não colhi nada de sonho
Do Parque Duarte VII, sem desalma
Até ao Conde Redondo

Fui até à Assembleia
O Decreto saiu ali, aprovado
Mas, levar no cú, que ideia
Começa a ficar muito caro

Há muitos com essa veia
Mas é preciso ser deputado
Fora disso, a coisa pouco rabeia
Passa a ser complicado

Onde é que eu ouvi disto?
Repugna-me esse falhanço
Porque, qualquer ministro
Concorda com o balanço

Conclui, que são mais os paneleiros
Que a gente que se diz honesta
Então, sem olhar a terceiros
Entram todos na mesma festa

E, isto não tem fim, nem termo
Cada vez, alastra-se para pior;
Mesmo dentro do governo:
Quem será o homossexual maior?

Vim embora desconsolado
Mas vou manter-me sempre cortez;
Vou lavar o cú e perfumá-lo
Para ter mais sorte  noutra vez...

Estou velho, pouco valho
É fraca a minha carcaça;
Porque, também do meu rabo
Ninguém o quer, nem de graça...

TIC

Assunto: FMI na Grécia...

Na Grécia, o FMI deu nisto. Com as devidas proporções preparem-se para aquilo que nos pode sair na rifa.


Sector Público



Corte do subsídio de férias e natal para todos os empregados públicos que ganhem mais de 3000€/mês brutos. Quem ganhar menos de 3000€ vai receber 250€ pela Páscoa, 250€ no Verão e 500€ no Natal;



Reduzir os subsídios de 8 a 20% no sector público estado e 3% nas empresas públicas



Uniformizar todos os salários pagos pelo estado;



Congelar todos os salários do sector público até 2014.



Sector Privado



Chegou-se a um acordo colectivo, assinado em 15 de Julho, pelo qual os empregados do sector privado na Grécia continuam a receber o seu salário anual em 14 pagamentos (chegou a ser sugerido que passa-se para 12 pagamentos). Não houve aumentos em 2010 e prevê-se aumentos de 1.5 a 1.7% para 2011 e 2012 – muito abaixo da inflação actual que ronda os 5.6%.


Imposição de um imposto aplicado uma única vez às empresas que tenham tido mais de 100 000€ de lucro em 2009:


100 000 a 300 000: 4%;
300 001 a 1 000 000: 6%;
1 000 001 a 5 000 000: 8%;
Mais de 5 000 000: 10%.



Alargar os limites pelos quais os empregadores podem despedir funcionários:



Empresas com até 20 empregados: sem limite;
Empresas com um número de empregados entre 20 e 150: até 6 despedimentos por mês;
Empresas com mais de 150 empregados: até 5% dos efectivos ou 30 despedimentos por mês.



Redução das indemnizações por despedimento, que também poderão ser pagas bimensalmente;



Pessoas jovens, com menos de 21 anos podem ser contratadas durante um ano recebendo 80% do salário mínimo (592€). O pagamento da segurança social também será apenas de 80% e findo o ano de contrato têm direito a ingressar nos centros de emprego;



Pessoas com idades entre os 15 e os 18 anos podem ser contratadas por 70% do salário mínimo, o que dá 518€;



Os empregados considerados redundantes não podem contestar o despedimento a menos que o empregador concorde;



Empregados pela primeira vez, com menos de 25 anos, podem ser pagos abaixo do salário mínimo;



Pessoas que auto empregadas com OAEE (sistema de seguro para empresários em nome individual), que por qualquer motivo não tenham trabalho, são cobertos pelo seguro durante até dois anos desde que:



Tenham trabalhado um mínimo de 600 dias, mais 120 por cada dia acima dos 30 anos até terem chegado aos 4500 dias ou 15 anos de trabalho;
Não estejam segurados por um seguro do sector público.



Liberalização das profissões ou sectores fechados (são aquelas profissões ou sectores que necessitam de autorizações do estado ou que estão altamente reguladas, tais como notários, farmácias, cirurgiões, etc.). Esta medida não foi implementada dado que há processos a decorrer no Tribunal Europeu;



Cancelar o segundo pagamento de pagamentos de solidariedade (NT: não sei muito bem a que se referem estes pagamentos.);



Aumentar as contribuições para a segurança social em 3%, tanto para empregados como empregadores.



Pensões/Reformas



Notar que a reforma do sistema de pensões já tinha sido discutida muito antes da entrada do FMI, mas nunca tinha sido implementada. A Grécia tem uma percentagem desproporcionada de população idosa, cerca
de 2.6 milhões e uma população activa na ordem dos 4.4 milhões, isto para uma população total de 11.2 milhões. Isto obriga o estado a contrair empréstimos para poder efectuar os pagamentos mensais.
A 8 de Julho aprovou um conjunto de princípios depois de terem sido efectuadas mais de 50 emendas à lei. As medidas mais importantes foram:



Cortar os subsídios de férias e natal para todos os pensionistas que recebam mais de 2 500€/mês brutos. Aqueles que ganhem menos de 2500€ vão receber 200€ pela Páscoa, 200€ pelo Verão e 400€ no Natal;


Cortar os subsídios de férias e natal para todos os pensionistas com menos de 60 anos, excepto para aqueles que tenham o número mínimo de anos de contribuição, tenham menos dependentes ou estudantes com menos

de 24 anos a viver na mesma casa;



Todas as pensões congeladas até 2013;



Calculo das pensões tendo em conta toda a carreira contributiva. Vai estar em vigor um sistema de transição até 2015;



Passagem da idade de reforma no sector público e privado para os 65 anos;



Ajustes da idade de reforma tendo em conta a esperança média de vida a partir de 2020;



As pessoas podem-se reformar a partir dos 60 anos com penalizações de 6% por cada ano, ou aos 65 anos com pensão completa depois de 40 anos de serviço. A partir de 2015 ninguém abaixo dos 60 se poderá reformar;



Os trabalhadores que tenham trabalhos de desgaste rápido podem reformar-se a partir dos 58 anos (antes era 55) a partir de 2011;



Desconto para um fundo de solidariedade social (LAFKA), a ser feito pelos pensionistas que ganhem mais de 1400€, a partir de 1 de Agosto de 2010:



1401 a 1700: 3%;
1701 a 2300: 5%;
2301 a 2900: 7%;
2901 a 3200: 8%;
3201 a 3500: 9%;
Mais de 3500:10%.



Aumento da idade de reforma para mães trabalhadoras:



No sector privado: para 55 (era 50) em 2011, 60 em 2012 e 65 em 2013;
No sector público: para 53 em 2011, 56 em 2012, 59 em 2013, 62 em 2014e 65 em 2015;
Com três filhos: 50 em 2011, 55 em 2012 e 60 em 2013.



Retirada da pensão aos ex-empregados públicos que sejam apanhados a trabalhar e tenham menos de 55 anos; Corte em 70% se tiverem mais de 55 anos e se a pensão for mais de 850€/mês. A partir de 2011;



Limitar a transferência de pensão de pais para filhos segundo critérios de idade e rendimento, o que inclui o pagamento de 26 000 a filhas divorciadas ou solteiras de empregados bancários e empregados públicos. Se os filhos podem receber duas destas transferências, apenas receberão uma delas, a maior, a partir de 2011;

A pensão completa pode ser transferida para viúvas(os) se a data da morte ocorreu após cinco anos de casamento e o cônjuge vivo tem mais de 50 anos e se certos parâmetros de rendimentos são cumpridos. No
entanto, durante os primeiros três anos após a morte os pagamentos serão retidos;


Estabelecimento de uma pensão mínima garantida de 360€;



As pensões não devem exceder 65% do rendimento auferido enquanto se trabalhava (anteriormente este número podia chegar aos 96% baseado nos últimos anos de trabalho e nos mais bem pagos);



Os que não pagaram segurança social podem receber a pensão mínima desde que tenham mais de 65 anos, não tenham rendimentos e que vivam há mais de 15 anos na Grécia;



Fusão dos 13 fundos de pensão Gregos até 2018. Os fundos dos trabalhadores por conta de outrem, agricultores, empresários em nome individual e trabalhadores do sector público, serão integrados na segurança social até 2013;



Reduzir o número de fundos que servem os advogados, engenheiros, jornalistas e médicos;



Reforma completa das condições de reforma dos militares e forças de segurança o que inclui aumentar a idade de reforma e a remoção de bónus especiais;



Impostos



IVA: todas as taxas de IVA foram aumentadas 10%: 5 para 5.5%, 10% para 11% e 21 para 23%;



Imposto sobre tabaco, bebidas alcoólicas e combustíveis: imposto adicional de 10%;



Imposto em automóveis de luxo (novos e usados): 10 a 40% baseado no valor em novo e no valor de mercado;



Publicidade na TV: toda a publicidade na TV está sujeita a um imposto de 20% a partir de 2013;



Imposto especial de 1% para aqueles que tenham um rendimento líquido de 100 000€ ou mais.


(Esta situação, que podemos classificar de calamidade nacional, chegou a este ponto por causa dos grandes ordenados e balúrdios que são metidos no bolso dos tubarões públicos e privados deste país).


Com Amizade



E Web Rep Overall rating

domingo, 27 de março de 2011

Nova contratação!

Como a minha cozinheira já passou dos 60 e não consegue garantir a mesma performance de antigamente, decidi contratar uma nova para me tratar dos vinhos e petiscos. E como vos considero os meus maiores e melhores amigos quero compartilhar convosco este momento.
Permitam-me, portanto, que vos apresente Raquel, a 1ª classificada do «Curso de Habilidades Domésticas» que me apressei a contratar, antes que outro galifão lhe deitasse as unhas.


Para todos um Bom Domingo!


sábado, 26 de março de 2011

Futuro garantido!

Por aquilo que se pode ver pela imagem o futuro dos fuzileiros não está em risco. Mães lindas e entusiasmadas com o charme dos seus rebentos, fardados a rigor, são disso a melhor garantia.


Digam-me lá se há melhor imagem para começar o primeiro fim de semana da Primavera. Mesmo que seja um dia chuvosos e pouco convidativo, ninguém quer saber disso para nada, pois a alegria está dentro de nós.
Uma vez fuzileiro ... fuzileiro até à morte!

sexta-feira, 25 de março de 2011

Quem muito mama...muito terá de vomitar!

Olhando a triste figura 
Do Sócrates que se faz de anjinho
Com a fronha assim trombuda
Que nos atulhou no caminho
Nesta crise que se espalha
Quer tornar-se num santinho
 Enredar-nos na sua malha
Com mais um esforçozinho
Teremos de novo o canalha.
Reparando na figura de baixo
E nas suas grandes mamas
Têm alimentado no tacho
Esse bando de sacanas.
Por aquilo que posso observar
Daquela fartura e opulência
Terão muito para mamar
Deixando outros na indigência.
Que o povo, saiba crivar...
Votando com inteligência
Para não ter de gramar
Engenheiros sem competência
Que mais parecem estar
Num estado de demência...


Finalmente... rua com eles

...ooo***ooo***oOo***ooo***ooo...
A política tem destas coisas. Os políticos que se entretêm a distribuir benesses aos seus comparsas e a distribuir pelos incautos portugueses, e até pelos que neles votaram, encargos, impostos, malfeitorias, que nem ao diabo lembraria, mais tarde ou mais cedo teriam que pagar a factura. E a factura do Povo Português aí está. A Rua é o lugar próprio para quem tão mal se comportou para com o País, convencidos que o erário público não tinha fundo, que tudo podiam fazer, na convicção de que a minoria seria suficiente para continuar a distribuir benesses, gastar à tripa forra e esbanjar o que nem Salazar com as guerras em África conseguiu desbaratar. Já não era sem tempo. O Povo está farto, como fartas devem estar as instâncias internacionais a quem o P.S empenhou o País. Os Tribunais fizeram-se não só para julgar criminosos e é tempo de julgar os maus políticos, que trouxeram ao País, miséria, hipotecas que certamente nem os vindouros do terceiro milénio poderão pagar. Rua é o seu lugar. Rua é o lugar dos maus políticos irresponsáveis. Rua para aqueles que certamente nem no Inferno da Vida, serão bem recebidos.

José de Viseu

PS: Grande português, este senhor retornado - José de Viseu.

quarta-feira, 23 de março de 2011

O que devia acontecer - sonhar é facil...

...o0o...
1) Cavaco demite o Governo e nomeia um Governo provisório só com técnicos;

2) A AR faz aprovar os planos propostos pelo Grupo 1 Milhão, como seja os círculos uninominais, fim das mordomias, criminalização do enriquecimento ilícito, etc.

3) Fazem-se novas eleições, já com a Constituição modificada, e são eleitos 180 deputados, dos quais 80 independentes;

4) Forma-se um Governo de coligação PS (mais à esquerda, sem Sócrates) que decreta as reforma proposta pelo Grupo 1 Milhão

5) Começam a ser julgados por enriquecimento ilícito 192 autarcas, 97 ex-ministros, 230 ex-secretários de Estado, 530 gestores de estatais e 1027 banqueiros e empresários...

6) Sonhar é FÁCIL, mas não é impossível!

7) Todo menos o partido socialista (o nº 7 é da minha autoria José de Viseu)

sábado, 19 de março de 2011

Cérebro de benfiquista a peso de ouro

...ooo.oOo.ooo...
Um canibal vai ao mercado para comprar um cérebro para o almoço e vê um vendedor a fazer grande propaganda à qualidade dos cérebros de torcedores de futebol que tem em oferta.
O canibal então pergunta ao homem do mercado:
- Quanto é que custa o cérebro de um Bracarense?
- Trinta euros o quilo.
- Hum! E tem de sportinguista?
- Sim. Oitenta euros o quilo, é da melhor qualidade.
- E de portista?
- Também tenho, mas pouco. Produto raro, cem euros o quilo e demora mais para fritar.
- E de benfiquista?
- Também há. Quatrocentos euros o quilo.
- O quê? Mas benfiquistas é o que mais há por aí, diz-se que são mais de seis milhões! Como pode ser tão caro? Pergunta o canibal, perplexo.
- Você por acaso - pergunta o vendedor - faz ideia da quantidade de benfiquistas que são precisos para se conseguir um quilo de cérebro?

sexta-feira, 18 de março de 2011

Cerimónia de Homenagem aos Combatentes!



Cerimónia de Homenagem aos Combatentes por ocasião do 50º Aniversário do início da Guerra em África

O Presidente da República presidiu às cerimónias comemorativas dos 50 anos do início da Guerra em África, prestou homenagem aos mortos em combate, colocou uma coroa de flores no Monumento ao Combatente e proferiu uma intervenção alusiva.
Nesta Homenagem ao Combatente, e acompanhado por várias entidades civis e militares, o Presidente Aníbal Cavaco Silva descerrou uma placa comemorativa das cerimónias, no muro exterior do Forte do Bom Sucesso, em Lisboa, e assistiu ao desfile do batalhão representativo dos três ramos das Forças Armadas, que prestou as honras militares.
No interior da fortaleza, onde está instalado o Museu do Combatente, visitou uma exposição fotográfica sobre a Guerra em África.

Forte do Bom Sucesso, Lisboa, 15 de Março 2011

Pela nossa saúde...

...ooo...oOo...ooo...
Os efeitos nocivos do ar quente à  saúde, num carro estacionado
Um carro estacionado à sombra durante um dia com as janelas fechadas pode conter de 400-800 mg. de Benzeno. Se está ao sol a uma temperatura superior a 16º C., o nível de Benzeno subirá a 2000-4000 mg, 40 vezes mais o nível aceitável...
A pessoa que entra no carro mantendo as janelas fechadas inevitavelmente aspirará em rápida sucessão, excessivas quantidades desta toxina. O Benzeno é uma toxina que afecta o rim e o fígado. E o que é pior, é extremamente difícil para o organismo expulsar esta substância tóxica.
Ar condicionado ou ar simples dos Automóveis:
O manual do condutor indica que antes de ligar o ar condicionado, deve-se primeiramente abrir as janelas e deixá-las assim por um tempo de dois minutos, porém não especificam "o porquê", só deixam entender que é para seu "melhor funcionamento".
Aqui vem a razão médica:
De acordo com um estudo realizado, o ar refrescante antes de sair frio, manda todo o ar do plástico quente o qual liberta Benzeno, que causa câncer (leva-se um tempo para dar-se conta do odor do plástico quente no carro). Por isto é a importância de manter os vidros abertos uns minutos.
Por favor, não ligar o ar condicionado ou simplesmente o ar, imediatamente ao entrar no carro. Primeiramente deve-se abrir as janelas e depois de um momento, ligar o ar e manter as janelas abertas até uns minutos.
Além de causar câncer, o Benzeno envenena os ossos, causa anemia e reduz as células brancas do sangue. Uma exposição prolongada pode causar Leucemia, incrementando o risco de câncer. Também pode causar um aborto. O nível apropriado de Benzeno em lugares fechados é de 50 mg/929 cm2.
Assim amigos, por favor, antes de entrar no carro, abrir as janelas e a porta para assim dar tempo a que o ar interior saia e disperse esta toxina mortal.
PS: Das 115 mil substâncias cancerígenas conhecidas, o Benzeno é uma delas.